Pessoas mais jovens têm mais facilidade ao aprender inglês? Descubra!

Jovens aprender ingles

Você já pode ter dito ou pelo menos escutou alguma pessoa adulta dizer: “não consigo aprender inglês, vou desistir!”.

 

É realmente muito frequente que pessoas dessa faixa etária desistam do aprendizado da língua inglesa mesmo quando estão tendo aulas em escolas de idiomas.

 

O que essas pessoas alegam, invariavelmente, é que é impossível aprender inglês na fase adulta ou “depois de velho”. Elas também dizem que, quanto mais jovem, mais fácil se aprende.

 

Mas será que essas afirmações são verdadeiras?

 

A resposta é: não e sim.

 

Primeiramente, não é impossível, e nem ao menos improvável, aprender inglês em qualquer fase da vida. Todas as pessoas de todas as idades e áreas profissionais podem aprender o idioma e/ou aperfeiçoá-lo. Não existe limitação para isso, principalmente relacionada à idade.

 

Porém, a segunda afirmativa é real: é, sim, mais fácil aprender inglês quando mais jovem, sobretudo quando falamos de crianças.

 

Na verdade, a justificativa para isto é simples e elementar: crianças estão em fase de aprendizado de todas as habilidades, cognições e ensinamentos da vida, sejam estes didáticos ou não.

 

Segundo pesquisadores, “as crianças têm uma mente menos cheia do que os adultos”; isto é, não viram ou lidaram com repetições de palavras e fonemas ao longo da vida como os adultos e, por isso, não têm “vícios” e “manias” de linguagem como nós.

 

Desse jeito, aprender novos vocabulários e regras é uma tarefa mais simples. E a máxima já dita está, inclusive, correta: quanto mais jovem, mais fácil será assimilar uma nova língua.

 

Mas, felizmente, isso não quer dizer que a mente adulta está “fechada” para aprendizados.

 

Muito pelo contrário! Ela só precisa de outros métodos para obter os mesmos resultados.

 

Em outras palavras, podemos dizer que os mais jovens aprendem inglês com mais facilidade diante de uma metodologia de ensino específica, convencional.

 

No caso dos adultos e idosos, que já possuem amplo conhecimento de mundo, da própria língua e têm carreiras profissionais, é preciso seguir outros caminhos para obter a fluência em língua inglesa.

 

Muito além das escolas de inglês tradicionais, há opções que contemplam a realidade da vida adulta ao lecionar o idioma, respeitando a usabilidade real da língua, a rotina e as necessidades do público adulto.

 

Veja bem: você não tem mais espaço, nem interesse, em perder tempo aprendendo regrinhas de plural e conjugações do verbo to be. Muito provavelmente você já até domina esta área, certo?

 

Para obter desenvoltura plena no inglês, não há como passar pelo mesmo processo que crianças e adolescentes, então. Por isso, opções como a consultoria em língua inglesa são muito mais coerentes e efetivas.

 

As consultorias em inglês lecionam o idioma falado, de fato, nos países de língua inglesa, levando-o à realidade material e profissional dos alunos. Ou melhor, mais do que simples alunos, ela tem interesse em formar falantes.

 

A mente adulta não está em fase de aprendizados cognitivos; ela precisa encontrar situações práticas que desenvolvam as habilidades já aprendidas.

 

Por isso, os métodos tradicionais podem fazer com que você acredite que será impossível aprender inglês, mas a verdade é que a saída é muito mais simples do que você imagina.

Leia mais:

Menu
Enviar Mensagem
Fale com a gente!
Olá! Fale com a gente!