O mito do “inglês em 12 meses”: como funciona a fluência no idioma.

Com certeza você já deve ter visto, conhecido ou até estudado em uma escola de inglês que promete fluência no idioma em até 12 meses.

Caso você ainda não saiba, queremos informá-lo: essa metodologia é fantasiosa.

A questão, nesse sentido, não é afirmar que “é impossível aprender inglês fluente em 12 meses”. Muito pelo contrário.

O problema é qualificar o aprendizado através de tempo.

Assim como o aprendizado de outros saberes e disciplinas – a exemplo da matemática ou química – o inglês exige muito mais que apenas um cronograma mensal de aulas.

É possível aprender inglês em 12 meses, mas depende de vários fatores.

A fluência na língua se dá também por meio de boas aulas, com profissionais capacitados, materiais de estudo estrategicamente elaborados e salas de aula em sintonia. Mas ainda há mais!

Quando falamos em fluência, vamos muito além de macetes e frases do senso comum.

Estamos falando, na verdade, de uma vasta prática, afinal, tornar-se fluente implica ser capaz de escutar, compreender e conversar em inglês – além de ler e escrever, é claro.

Ao invés das tradicionais aulas focadas na gramática normativa do idioma, a fluência do inglês, sobretudo se desejada em curto espaço de tempo, requer reuniões mais dinâmicas, onde a conversação é o foco central da metodologia.

Uma excelente saída no lugar das escolas convencionais é a consultoria em língua inglesa. Diferentemente do formato escolar, a consultoria é centrada da habilitação do aluno, isto é, em torná-lo um falante fluente, de fato.

Mais do que frases feitas, o estudante aprende a se posicionar, apresentar e a dialogar em inglês, com segurança e firmeza.

Isso ocorre porque, nesse caso, o aprendizado não é feito com pressa para “engolir” conteúdos.

A consultoria coloca o aluno frente a frente com o idioma, fazendo com que ele tenha a real experiência de um falante e, assim, adquira conhecimento e autonomia paralelamente.

Por isso, caso tenha interesse em tornar-se fluente, não invista nos modelos “express”, mas, sim, procure uma opção que habilite-o de verdade no idioma.

Leia mais:

Menu
Enviar Mensagem
Fale com a gente!
Olá! Fale com a gente!