Intercambio para acelerar inglês realmente funciona?

Fazer intercâmbio não é a única solução para aprender inglês, mas uma boa opção se planejado e realizado de maneira diferente do que você tem em mente.

Aprender inglês corporativo no país onde ele é falado é o sonho de consumo de muitos profissionais brasileiros que se dedicam a tão sonhada fluência em inglês.

A viagem de intercâmbio permite aprender de maneira acelerada e além de tudo ter a experiência da viagem em si.

Com o movimento de globalização, muitos brasileiros viajam para fora com o objetivo de aprender, fazer estágios, desenvolver habilidades e competências que são essenciais para construir um bom currículo e apresentar-se para o mercado de trabalho como um profissional potencializado, oferecendo diferencial entre os outros candidatos.

Uma pesquisa salarial feita pela Catho constatou que um profissional com inglês fluente pode receber entre 47% e 52% a mais do que quem não fala Inglês Corporativo, considerando o seu nível hierárquico.

Além de ter uma maior possibilidade de ser contratado e encontrar boas oportunidades fora do país, o profissional com fluência   em inglês é valorizado pelo empregador, pois a sua capacidade de atualização e de lidar de forma dinâmica com as relações interpessoais é prestigiada.

Da mesma forma que fica mais fácil conseguir empregos e salários melhores, o inglês também é fundamental para promoções. Líderes empresariais precisam saber falar inglês e, tendo o conhecimento do idioma, fica mais fácil ocupar cargos mais elevados.

Mas calma, não basta achar uma escola de boa reputação no exterior, conciliar férias e trabalho e se planejar financeiramente para se tornar fluente.

Segundo Ricardo Nogari, CEO da RICHARDS Corporate English & Consulting, é necessário pensar fora da caixa para extrair o máximo que um intercâmbio pode te oferecer.

Aqui vão suas dicas importantes para que sua experiência no exterior seja aproveitada da melhor maneira possível, levando em consideração investimento sob retorno.

QUE TIPO DE EXPERIÊNCIA QUER TER FORA DO PAÍS?

Como turista você viaja para fora e acha que se vira bem no idioma? Não se engane, você repete as mesmas 20 frases todos os dias em uma viagem a passeio, do tipo; Where is the ..?  Can I have a …? Where can I find … ? Como turista o uso do idioma é repetido e limitado todos os dias de sua viagem, além de nativos preparados para receber turistas, acostumados a escutar e entendem pronúncias erradas e frases mal estruturadas. Por isso, não leve em consideração sua performance nesse tipo de imersão.

FAZER CURSOS EM ESCOLAS DE INGLÊS NO EXTERIOR NÃO É BEM COMO VOCÊ IMAGINA 

Desde 2007 me relaciono com universidades americanas que possuem programas de idiomas para estudantes estrangeiros ligados a escolas de idiomas, na maioria delas dentro dos programas de ESL (English as a Second Language) e por incrível que pareça o resultado dos brasileiros em fluência nessas escolas não é tão satisfatório como deveria. A soma de alguns fatores influencia muito no resultado ruim em fluência dos brasileiros. O que parece atrativo é o que mais trava o aprendizado em inglês, turmas compostas por diferentes etnias soam interessante quando levado em consideração o lado do intercâmbio cultural, mas ruim para seu desenvolvimento. Cada nacionalidade percorre um caminho diferente para se tornarem comunicativos no idioma, asiáticos por exemplo precisão fazer exercícios de fonética para destravarem alguns sons que não possuem em seu idioma nativo. Professores nativos que não sabem as correlações necessárias para destravar pontos de fala em brasileiros, aulas no estilo gramática e escrita durante 6 horas por dia não vão te deixar mais fluente.

SE PREPARE PARA ESSA EXPERIÊNCIA, AQUI NO BRASIL 

Aqui no Brasil é o lugar de se preparar antes de encarar um intercâmbio. Não acredite que em 3 meses no exterior você se tornará fluente, partindo do nível básico, frequentando escolas de idiomas.

Se capacite em inglês ao ponto que entenda e seja capaz de ser compreendido, esteja apto para aplicar em fala os tempos verbais de forma adequada com nível de vocabulário e compreensão auditiva razoável.

Quanto mais capacitado você for, melhor será seu nível de aproveitamento.

Para todos os alunos que perguntamos como foram suas experiências no intercâmbio, constatamos que nem um deles aponta as aulas nas escolas como fator predominante para terem acelerado seu aprendizado em inglês. Os relatos são sempre os mesmos; aprendi muito após as aulas, quando ia ao mercado, quando estava sozinho em uma loja fazendo compras ou na casa de família que fique hospedado.

BUSQUE UMA EXPERIÊNCIA EXCLUSIVA, FORA DO CIRCUITO DAS ESCOLAS DE INGLÊS.

Não faça o que todos estão fazendo, pense diferente, a maioria dos profissionais brasileiros não atinge bons resultados em fluência em seus intercâmbios.

Procure fazer um curso de capacitação na sua área de atuação, onde o foco não seja o idioma, que esteja inserido no meio de nativos, focando em sua capacitação profissional atrelado ao seu aprimoramento no idioma.

Para os que trabalham em multinacionais as oportunidades são ainda melhores. Comece a criar relacionamento com colaboradores que atuam na sua área em outros países, se ofereça para passar uma parte das suas férias com eles e ter a chance de participar de reuniões, aprender processos em outros departamentos, almoçar com colaboradores, ir a happy hours, com certeza essas experiências vão te trazer muito mais resultado do que frequentar aulas de inglês em uma escola. Lembre-se que fluência é igual a relacionamento e tempo de exposição à língua.

NÃO SE HOSPEDE EM HOTÉIS, FIQUE EM CASA DE FAMÍLIA

Busque no Google por “host families”, o site homestay.com é uma boa opção.

Estar inserido 24 por dia no idioma faz toda diferença no aprendizado, por isso eu recomendo que fique hospedado em uma casa onde só se fala inglês, além de ser uma exposição massiva à língua, é uma imersão cultural sem igual.

O intercâmbio pode ser sem dúvidas uma abertura de horizontes, uma ponte para fazer novas amizades, novas culturas, estilo de vida, rever valores, porém, se preparar para esta aventura fará toda a diferença para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Quem é aluno RICHARDS tem todo preparo e capacitação para aproveitar, de forma produtiva, a imersão no idioma de uma maneira única.

Leia mais:

Menu